Um conto sobre Amélia: 05 – Me justifico.

Eu descobri algo sobre o amor

Graças a minha súbita paixão por ti seu moço .

Sabia que Deus é bom o tempo todo?

Ele mostra bem de mansinho, para que a benção não perca a graça e nem o valor.

Ele conhece bem o meu coração e me mostrou que os ideais que eu tinha acerca de um ser humano pra casar e ser o pai dos meus filhos, não são os mesmos que Ele possui

E que este meu ideal nunca me faria feliz, por ser tão superficial quanto a minha admiração por moços como você.

Como é sabido, a superficialidade desaparece após o gozo esperado.

[…]

Apesar de ter me lastimado  por estragar a pureza do meu coração,

A males que vem para o bem

E só hoje pude compreender verdadeiramente esta expressão.

Não há o que se falar em levantar se eu não estiver no chão, não é?

Quer dizer… Isto é óbvio.

Apesar de que Deus não usa meios óbvios para nos mostrar o caminho,

Pois Ele nunca faz sentido e no final faz.

(Risos)

Ah! Os mistérios de Deus…

Quem pode com eles?

[…]

Descobri o amor naqueles olhos pequenos.

Naquela alma faminta,

Que me chamava a ser uma ama de leite.

Naquele meio sorriso medroso,

Que pedia o acalento do meu hálito quente.

Naquela mão no vácuo, esperando por segurança.

Descobri o amor na necessidade daquela alma.

[…]

Por ti seu moço, era a sua barba por fazer, o seu canto sereno, a sua gargalha e andar desengonçado com aquele sorriso de comercial de TV, aquele teu olhar que invadia a privacidade da minha vergonha e no fim o seu rosto de bebe.

[…]

Apenas superfícies não valem a pena seu moço.

O tempo as mata, é como um câncer.

Não há esperança para o fogo das paixões.

Um dia se apaga e de mais nada vale.

!!!!!

Mas o amor seu moço, é como uma nascente de um rio.

Brota do fundo da terra…. Floresce e onde se encontra tem vida.

Anúncios

Sobre amar…

Eu tenho um ser humano e foi o próprio Deus quem me deu.
Ele disse: cuide das suas águas, quando ele as não souber controlar
e por descuido deixá-las cai do abismo piscante.

Cuide do seu palpitar quando for verdadeiro e exclusivamente seu.
Cuide do céu de estrelas brilhantes que são os seus sonhos.
Fale sobre o amor uma vez a cada hora do dia
e não se esqueça de umedecer de carinho os seus lábios
quando for com ele prosear sobre o “nós”.

Aquecê-lo a noite é fundamental.
Estar sempre disposta a oferecer os joelhos no chão
acompanhado de um pedido de desculpas também
e não se esqueça de estender a mão quando tiver sido ele o errante.

Tudo isso me ensinou Deus

E só na sua graça e sabedoria poderia eu completar essa missão.
Tudo isso me falou ele sobre o amor…
Sobre amar!

vii

– Que loucura essa história de entregar a sua juventude a Igreja, de se controlar pra ter um namoro santo, em pleno século XXI querer ser casto. Que loucura falar em Jesus Cristo em pleno século XXI, que loucura casar com o primeiro namoradinho, que loucura…

– Rezou em silêncio * Obrigada Senhor por testar a minha fé *

Meu desaforo.

É tão cansativo essas pessoas de olho gordo que são feito hienas prontas para atacar as suas conquistas, os seus amores. As mesmas estão mais perto do que imaginamos e ficam dando sinais de fogo querendo chamar atenção de alguma forma porque as próprias não possuem brilho algum e vivem no escuro, vivem na miséria da sua própria existência, gabando-se por nada. Me entristeço com isso… Mas como uma pessoa muito especial me consolou; “Não se entristeça pedacinho do céu, pássaros não devem se importar com formigas que fuçam o lixo”.